Germano Glufke Reis

Doutorado sanduíche pela FEA/USP e University of Cambridge, Judge Business School, Inglaterra (apoio Capes). Mestre em Administração de Empresas pela FGV/EAESP e psicólogo pela Universidade de Brasília, com foco em organizações. Professor da FGV/EAESP e professor e pesquisador do PPGA/FMU (mestrado/doutorado). Coordena o curso de extensão "Gestão de pessoas: políticas e práticas contemporâneas" . É integrante do NEOP - Núcleo de Estudos em Organizações e Pessoas da FGV/EAESP e editor científico da revista Internext.

Artigos: 

TIEPPO, G. ; REIS, Germano Glufke ; PICCHIAI, D. . Mozart, Rock e a Ativação da Criatividade. RAC. Revista de Administração Contemporânea (Online), v. 20, p. 261-282, 2016.

REIS, GERMANO GLUFKE; BRAGA, B. . Employer Attractiveness from a Generational Perspective: Implications for Employer Branding. Revista de Administração (São Paulo. Online), v. 51, p. 103-116, 2016.

BRAGA, B. ; REIS, Germano Glufke . Employer branding: afinal... o que há de novo?. GV Executivo, v. 15, p. 18-21, 2016.

REIS, GERMANO GLUFKE; TRULLEN, J. ; STORY, J. . Perceived organizational culture and engagement: the mediating role of authenticity. Journal of Managerial Psychology , v. 31, p. 1091-1105, 2016.

REIS, G.G.; FLEURY, M. T. L. ; FLEURY, A. ; ZAMBALDI, F. . Brazilian Multinationals´ Competences: Impacts of a -Tug of War- Between Cultural Legacies and Global Mindedness. BBR. Brazilian Business Review (English Edition. Online), v. 12, p. 55-79, 2015.

REIS, Germano Glufke; AZEVEDO, Márcia . Relações entre autenticidade e cultura organizacional: o agir autêntico no ambiente organizacional. RAM. Revista de Administração Mackenzie (Online), v. 6, p. 48, 2015.

REIS, G. G.; BORINI, F. Global Mindset de Empresas de Países Emergentes: comparações com as first movers e o impacto da internacionalização. RACE : Revista de Administração, Contabilidade e Economia, v. 13, p. 479-498, 2014.

REIS, G.G.; BORINI, F.M. ; FLEURY, MARIA T. L.. Drivers of Human Resource Management Development in Brazilian Multinational Subsidiaries: a multilevel research. Revista de Administração (São Paulo. Online), v. 49, p. 519-533, 2014.

TRINDADE DA SILVA, L. M.; KISHORE, A.; REIS, G. G.; BATISTA, L.; MEDEIROS, C. A. Cultura Organizacional e Liderança: Uma Relação Possível?. Revista de Administração (FEA-USP), v. 48, p. 34-52, 2013.

FLEURY, M. T. L. ; REIS, G. G.; FLEURY, A. Inclinación a lo global en la internacionalización de las empresas brasileñas. INCAE Business Review, v. 2, p. 10, 2013.

REIS, G. G. Da experiência ao aprendizado: a prática reflexiva como recurso no processo de coaching de executivos. Revista de Carreiras & Pessoas (ReCaPe), v. 3, p. 34-48, 2013.

REIS, G. G.; FLEURY, M. T. L. Brazilian multinationals: new mindsets for a promising new world. NHRD Network Journal, v. 5, p. ----, 2012.

REIS, G. G.; TONELLI, M. J.; FLEURY, M. T. L. Human Resources Management in Brazilian Multinationals. Journal of Management and Entrepreneurship, v. 5, p. 17-29, 2012.

REIS, G. G.; BORINI, F.; FLORIANI, D. E. A relação entre global mindset e capacidades adaptativas em empresas internacionalizadas. Revista Alcance (Online), v. 19, p. 556-573, 2012.

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. L.; REIS, G. G. El camino se hace al andar: La trayectoria de las multinacionales brasileñas. Universia Business Review, v. 25, p. 34-55, 2010.

REIS, Germano Glufke; NAKATA, Lina . Contribuições do modelo de mudança transteórico ao coaching de executivos. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 11, p. 1-20, 2010.

REIS, G. G.; ANTONIO, F.; LAIZO, A.; MARINHO, B. Os Valores dos Administradores de Empresas Mudam ao longo da carreira? Relações entre prioridades axiológicas e tempo de formado. RAM. Revista de Administração Mackenzie (Impresso), v. 11, p. 32-54, 2010.

REIS, G. G.; NAKATA, L.; DUTRA, J. Aprendizagem transformativa e mudança comportamental a partir de dilemas desorientadores na carreira. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 11, p. 243-255, 2010.

REIS, G. G.; SILVA, L.; EBOLI, M. A prática reflexiva e suas contribuições para a educação corporativa. REGE. Revista de Gestão USP, v. 17, p. 403-419, 2010.

REIS, G. G. Bem Estar Espiritual e Turismo: Análise de Relatos de Peregrinos do Caminho de Santiago de Compostela. Turismo. Visão e Ação (Itajaí), v. 9, p. 15-30, 2007.

REIS, G. G.; HIPÓLITO, J. A. M. A utilização de ferramentas de gestão de pessoas no terceiro setor: o caso da avaliação 360º da FEAC - Federação das Entidades Assistenciais de Campinas. Revista Symposium, v. 5, p. 20-35, 2007.

REIS, G. G. A prática do feedback 360 graus. Revista da ESPM, São Paulo, v. 5, n.3, p. 23-27, 1998. 

Livros: 

MENEGON, L.; REIS, G. G.; SARFATI, G. Gestão em Ambientes Multiculturais. 1. ed. Atlas, 2013.

REIS, G. G. Avaliação 360 graus: um instrumento de desenvolvimento gerencial (3a edição/revisada). 3. ed. São Paulo: Editora Atlas, 2010.

Capítulos de livros: 

REIS, Germano Glufke ; PINTO, C.. Mentalidade global e a atuação em mercados internacionais: as empresas brasileiras estão preparadas?. Em: Claudia Moura; Maria Aparecida Ferrari. (Org.). Comunicação,Interculturalidade e Organizações: Faces e Dimensões da Contemporaneidade. 1ed.Porto Alegre. : Editora PUC RS. 2015.v. 1, p. 171-192. 

STORY, J.; REIS, G. G. Managing the Brazilian Way: Adaptation and Integration. In: Bettina Gehrke; Marie-Therese Claes. (Org.). Global Leadership Practices: A Cross-Cultural Management Perspective. 1ed.: Palgrave Macmillan, 2014, v. , p. 112-135.

REIS, G. G.; FLEURY, M. T. L. ; FLEURY, A. Impacts of global mindset and psychic distance on the performance of Brazilian subsidiaries.. In: Marin Marinov & Svetla Marinova. (Org.). Impacts of Emerging Economies and Firms on International Business. 1ed.: Palgrave Macmillan, 2012, v. , p. 126-.

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. L.; REIS, G. G. Europe in the Internationalization Strategies of the Multilatinas. In: Louis Brennan. (Org.). The emergence of Southern Multinationals: their impact on Europe. 1ed.Bruxelas: European Science Foundation/ Palgrave, 2010, v. , p. 59-.

HIPOLITO, J. A. M.; REIS, G. G. A avaliação como instrumento de gestão. In: Maria Tereza Fleury. (Org.). As pessoas na organização. 1ed. São Paulo: Editra Gente, 2002, v. , p. 73-.